quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Desejo imperativo

Pegue a varinha com a mão
diga um feitiço em latim
jogue um balde de fumaça no chão
faça essa mágica pra mim

Pegue na bacia uma simpatia de São João
diga que o tiro não passara de festim
jogue no bingo na sena no bicho no milhão
faça esse dia ser um beijo de carmim


Fran Yan Tavares

Um comentário:

nós disse...

Lindo poema, meu amigo... :)
de uma singeleza ímpar